4 dicas para usar seu celular no exterior

Como usar o celular em viagens internacionais

Promoções de passagens aéreas

Ofertas de hotéis Aluguel de carros

Chegou a hora da tão esperada viagem internacional? Tudo preparado? Mala pronta, passagens aéreas na mão, hotel ou hostel reservado? Seguro viagem comprado? Ótimo! Agora, como é que você vai postar aquelas fotos incríveis durante a viagem, para que seus amigos e família curtam, se você ficar sem internet no celular? E se for um local sem wi-fi? Como jogar Pokémon GO? E, pior, se surgir uma emergência e você precisar ligar para o seguro viagem ou a locadora de veículo?

Usar o celular no exterior é uma dúvida recorrente dos nossos viajantes e, aqui, a gente vai te dar quatro dicas práticas para não ficar sem comunicação fora do Brasil.

1 – Comprar um chip internacional

Dependendo do país onde você está, uma opção interessante é comprar um chip local e utilizar o celular no modo pré-pago – ou seja, você coloca um certo valor de crédito em seu celular e, quando ele acabar, é só recarregar. Porém, alguns países têm regras mais rígidas quanto à compra de chips de celular, principalmente por conta de criminalidade e terrorismo. Em alguns lugares, se você não tiver endereço fixo ou documento de identificação emitido no país para o qual está viajando, você não pode comprar um chip de celular. Caso possa comprar o chip, antes disso verifique as configurações de seu celular para fazê-lo funcionar e, se seu celular não é dualchip, você terá que ficar sem o chip brasileiro por um período (e, se for ficar com os dois chips, não se esqueça de desligar o roaming do chip brasileiro).

2 – Comprar um chip especial para viagens

Há diversas operadoras que oferecem chips pré-pagos internacionais, e eles funcionam para diversos países. Alguns exemplos são: MySimTravel, EasySim4U, Fale.Global, Travel Mobile e Flexiroam.

Na maioria dessas opções, você pode comprar o chip pela internet antes da viagem, recebê-lo em casa e já sair do Brasil conectado (a). Pesquise qual chip e valor é mais adequado para as suas necessidades e, depois, é só sair postando! Durante a compra, você sinaliza a quantidade de dias e quando a viagem será, além de questões como comprar somente o pacote de dados ou também um número local para ligações.

O site Travel2Beer fez um relato e deu algumas dicas sobre a experiência com o chip para uso no exterior. Vale a leitura!

3 – Encarar o custo com operadoras brasileiras

Pois é, se o imprevisto surgiu e você não se programou, ou apenas esqueceu de que precisaria usar o celular fora do Brasil, algumas operadoras brasileiras (Claro, Tim, Oi, Vivo) oferecem o serviço de dados para usuários que estão em viagem internacional. O preço não é dos mais baratos, informe-se com a sua operadora.

4 – Abraçar (e caçar) o wi-fi gratuito

É comum que o wi-fi gratuito exista na maioria dos lugares públicos, tanto aqui, quanto fora do Brasil. Se você quiser a opção mais econômica, com certeza é esta. Então, desligue o roaming do seu celular, deixe o aviso de wi-fi ligado e aproveite quando conectar!


Veja outros assuntos que podem te interessar:

Promoções de passagens aéreas

Ofertas de hotéis Aluguel de carros