Insolação – como prevenir e tratar durante a viagem

como tratar insolação

Promoções de passagens aéreas

Hotéis baratos   Aluguel de carros Faça agora seu Seguro Viagem

Continuamos na época das férias, da praia, do sol, do bloquinho na rua.

Quem vai para destinos com calor, sol e mar quer que as férias, além de boas recordações, também tragam um bronzeado bonito. O mais importante é que essa corzinha também seja saudável. Veja nossas dicas e se previna da insolação.

Os princípios de um bronzeamento saudável e seguro são muito simples:

  • Acostume gradativamente a pele à luz solar. No primeiro dia, fique ao sol brevemente (cerca de 30 minutos) e prolongue cada dia o tempo do banho de sol.
  • Use sempre filtro solar anti-UVA e anti-UVB. Escolha um protetor adequado para o seu tipo de pele.
  • Sempre use um protetor solar de fator maior no rosto, pescoço e ombros.
  • Não se esqueça de usar protetor solar nas orelhas, na área calva (se tiver, é claro) e nos pés.
  • Aplique o filtro solar na pele 30 minutos antes de sair ao sol. Após três horas de exposição ao sol, e depois de cada banho de mar ou piscina, o protetor solar deve ser aplicado de novo, mesmo que seja à prova d’água.
  • Não use cosméticos com perfumes. Em conjunto com o sol, podem induzir a uma reação foto-tóxica.
  • Tente não tomar banho solar entre as 10h e as 16h, quando o sol é mais forte.
  • Use protetor solar também em dias nublados – 90% da radiação penetra entre as nuvens.
  • Proteja os olhos, use óculos escuros com filtros UV.

Algumas horas num dia ensolarado, na praia, sem chapéu ou a prática de esportes ao ar livre num dia quente podem levar a um choque térmico ou superaquecimento das meninges. A famosa insolação é, sim, um perigo nessa época.

Principais sintomas da insolação

  • tonturas, dores de cabeça
  • pulsação arterial acelerada
  • pele seca
  • febre
  • perda de visão
  • fraqueza
  • transpiração intensa
  • náusea
  • perturbações de consciência
  • queimaduras de primeiro e segundo grau

Primeiros socorros para queimaduras solares

A luz solar reflete na água ou na areia. Por isso, as queimaduras ocorrem mais frequentemente quando estamos de férias. Sintomas como vermelhidão, ardor e inchaço na pele significam queimaduras de primeiro grau. Bolhas na pele, febre, calafrios e vômitos são sintomas de queimaduras de segundo grau. Se tiver algum dos sintomas após longa exposição ao sol, procure abrigo em um lugar com sombra, fresco e bem arejado.

No caso da queimadura solar de primeiro grau, deve-se aplicar compressas frias (como gaze embebida em água morna) ou um medicamento com pantenol, alantoína ou própolis, que aliviam a pele inflamada. Não aplique gelo, porque a diferença de temperaturas pode levar ao choque térmico. Tais medicamentos podem ser resfriados na geladeira para aumentar a sua eficácia. Um método caseiro de amenizar as queimaduras é a lubrificação da pele com iogurte natural (sem açúcar), que contém ácido lático com função anti-inflamatória.

Quando aparecem bolhas na pele e febre, estamos lidando com queimaduras de segundo grau. Nessa situação, se deve proceder como no caso de queimaduras de primeiro grau e procurar atendimento médico imediato. Não fure as bolhas, pois elas protegem a pele contra a infecção.

Depois de alguns dias, quando os primeiros sintomas dolorosos diminuírem, é preciso hidratar adequadamente a pele utilizando cremes espessos para o corpo com vitamina E e provitamina B5, além de aloe vera. Por pelo menos duas semanas, é preciso evitar banhos quentes e peelings, que irritam a pele. Também se deve beber muita água para manter a hidratação adequada do organismo.

No caso de sintomas graves, procure atendimento médico.


Veja outros assuntos que podem te interessar:

Promoções de passagens aéreas

Hotéis baratos   Aluguel de carros Faça agora seu Seguro Viagem