Viajar de avião com bebês

Viajar de avião com bebês

A gente sabe que viajar com bebês pode ser uma tarefa trabalhosa – porém, não há como negar que é muito gratificante levar quem você ama em uma viagem. É claro que, a exemplo do que acontece nos carros, há regras específicas para levar bebês no avião. Eis o tema deste post.

Promoções de passagens aéreas

Hotéis barators  Aluguel de carros Faça agora seu Seguro Viagem

 

A partir de que idade o bebê pode viajar?

Considera-se bebê toda criança até um ano e 11 meses de idade. Para viajar de avião, o bebê deve ter mais de uma semana de idade, mas isso pode variar de acordo com a companhia aérea, portanto, informe-se. Antes dos dois meses, o sistema imunológico do pequeno ainda está em formação, e as vacinas ainda não estão dadas, avalie se quer correr esse risco.

Passagens aéreas e assentos para bebês

Sobre as passagens aéreas para bebês, há algumas situações possíveis: caso ele (a) vá no seu colo, algumas companhias aéreas não cobram a passagem, ou cobram até 10% do valor. Caso você queira utilizar uma poltrona toda para o bebê, aí sim a passagem é cobrada (na maioria das vezes, é apenas uma porcentagem). Por conta desses descontos, o bebê não tem direito a bagagem despachada.

No caso de comprar um assento para o bebê, pode ser colocada cadeira especial para carros. As companhias aéreas nem sempre fornecem tais cadeiras e, se fornecerem, o número delas está limitado. Se não tem certeza se a sua cadeira é compatível com as exigências, o melhor é contatar a companhia aérea e pedir informações detalhadas.

Viajar de avião com bebês

Documentação

No aeroporto, leve a certidão de nascimento ou o RG original do bebê. Para voos internacionais, é necessário que haja passaporte para o bebê também.

Para voos nacionais, se a criança for viajar com os pais ou parentes até terceiro grau, é necessária a apresentação de RG ou Certidão de Nascimento, assim como os documentos dos responsáveis comprovando parentesco ou autorização dos pais em duas vias autenticadas, especificando o período da viagem.

Para voos internacionais, em caso de viagem com apenas um dos pais ou com parentes, é exigida uma autorização assinada e autenticada em cartório dos pais faltantes, em duas vias. Os documentos são válidos pelo período determinado na autorização.

A bagagem do bebê

Carregue na bagagem de mão tudo o que você poderá precisar: fraldas, paninhos, lenços umedecidos, uma muda de roupas, mamadeira, etc. Leve uma manta ou cobertor, sempre faz frio dentro do avião. Você pode, sim, levar a papinha e o leite para o bebê, na quantidade necessária para o voo. Caso esteja com carrinho de bebê, entregue-o à companhia na hora de entrar no avião – ele será despachado e aparecerá novamente na esteira de entrega de malas. O despache do carrinho de bebê é gratuito, e pessoas com crianças de colo têm embarque prioritário (ou seja, embarcam antes dos outros passageiros).

Algumas linhas aéreas colocam à disposição um bercinho, mas isso funciona somente para viagens de longa distância, e mediante reserva prévia junto à companhia aérea.

Na hora da decolagem e do pouso, a pressão atmosférica pode incomodar mais o neném. Portanto, é nessas horas que se aconselha dar de mamar ou ceder à chupeta. O movimento de sugar ajuda a camuflar o desconforto da pressão. Não fique com vergonha se o bebê chorar – isso é normal

Seguindo essas regras, será muito mais tranquilo passear com seu bebê! 😉


Veja outros assuntos que podem te interessar:

Promoções de passagens aéreas

Hotéis barators  Aluguel de carros Faça agora seu Seguro Viagem