10 vulcões ativos no mundo

10 vulcões ativos no mundo

Passagens aéreas baratas

Hotéis baratos Aluguel de carros Faça seu Seguro Viagem

Temos ouvido falar de diversos desastres no mundo envolvendo erupções vulcânicas. Isso parece muito longe da nossa realidade, mas a verdade é que há muitos vulcões ativos no mundo. Para saber mais sobre o assunto, por curiosidade ou para se prevenir, preparamos uma lista dos 10 maiores vulcões ativos na atualidade.

Foto do Vulcão Kilauea, no Havaí

Kilauea, Havaí

Vulcão de lava que impressionou nas notícias por conta de suas erupções em maio que ocorrem até agora. Recentemente, um barco foi atingido, deixando 23 pessoas feridas. Está em uma área bastante turística – em que boa parte do turismo gira em torno do Parque Nacional de Vulcões do Havaí.

Vulcão Tungurahua, no Equador

Tungurahua, Equador

Sua última erupção real foi em 2016, mas, atualmente, encontra-se em estado de erupção, abrindo um alerta vermelho para a população de Runtun, no Equador.

Vulcão Sakurajima, no Japão

Sakurajima, Japão

Anteriormente, o Sakurajima ficava em uma ilha, mas uma erupção em 1914 fez com que a ilha se unisse à península de Osumi. Sua última erupção foi em fevereiro de 2016, espalhando cinzas pela região.

Vulcão Etna, na Itália

Etna, Itália

O vulcão mais ativo da Europa teve sua última erupção em fevereiro de 2017, algo que não afetou a vida dos moradores da região da Sicília. Atualmente, a preocupação é que o vulcão está se movendo lentamente em direção ao mar, o que eventualmente poderá gerar tsunamis catastróficos.

Vulcão Anak Krakatoa, na Indonésia

Anak Krakatoa, Indonésia

O nome significa “filho do Krakatoa”. Basicamente, é uma nova caldeira que se estabeleceu depois de uma explosão gigante em 1883, e de onde hoje saem as erupções que antes eram do grande Krakatoa. O Anak Krakatoa aumenta cerca de cinco metros por ano, por estar sempre em erupção, apesar de não ter havido nada catastrófico desde a primeira, em 1927.

Vulcão Vesúvio, na Itália, visto da cidade de Herculano

Vesúvio, Itália

No ano de 79 d.C., a erupção do Vesúvio acabou com Pompeia e Herculano, matando cerca de 20 mil pessoas das cidades da região de Nápoles. As escavações da tragédia podem ser visitadas, mas se prepare para cenas aterrorizantes, como corpos petrificados. Atualmente adormecido, o Vesúvio é monitorado constantemente, e não se descartam erupções futuras.

Vulcão Popocatépetl, no México

Popocatépetl, México

A última erupção do Popocatépetl foi em 2017, lançando cinzas nas regiões circundantes. É possível escalar, esquiar e praticar esportes por ali. Parece pitoresco, não é?

Vulcão Shiveluch, na Rússia

Shiveluch, Rússia

Sua última erupção foi em 1999, e ainda não foi finalizada, jogando cinzas de até 10 km de altitude na área. Atualmente, não representa perigo para as populações próximas.

Monte Nyiragongo, vulcão no Congo

Monte Nyiragongo, Congo

A última erupção, em 2002, atingiu a cidade de Goma e deixou 45 mortos por asfixia, devido às cinzas e fumaça vulcânica. Foi uma das mais destrutivas dos últimos anos, e resultou em mais de 150 mil desabrigados pela ação vulcânica e terremotos relacionados. É possível visitar a área.

Monte Merapi, vulcão na Indonésia

Monte Merapi, Indonésia

Localizado na ilha de Java, teve sua última erupção em maio de 2018, fato que nem chegou perto à erupção anterior, em 2010, quando suas colunas de gás atingiram cerca de 32 pessoas e forçaram a evacuação do local por 50 mil moradores.

Fonte termal em Yellowstone, EUA

Bônus: o Supervulcão de Yellowstone, nos EUA, se entrasse em erupção, destruiria metade dos Estados Unidos, e causaria efeitos naturais catastróficos em todo o mundo. Cientistas afirmam que a chance de isso acontecer, pelo menos nos próximos mil anos, é quase nula.


Veja outros assuntos que podem te interessar:

Passagens aéreas baratas

Hotéis baratos Aluguel de carros Faça seu Seguro Viagem